Princípios básicos da Contabilidade

Princípios básicos da Contabilidade

O Princípio da Entidade

Atenção Empresários, não se deve misturar seu movimento financeiro particular com o movimento financeiro de sua Empresa, Organização ou Negócio.

Em outras palavras: “A Contabilidade preza pelo Patrimônio da sua Empresa, e é de extrema importância que não se misture o Dinheiro da Empresa, com Dinheiro dos Sócios e afins”.

O Princípio da Continuidade

É de extrema importância e necessidade que sua empresa prospere e continue gerando frutos, ou seja: Sua empresa deve abrir e continuar aberta por um logo tempo, para que posso gerar empregos para a sociedade e rodar a economia do país.

O princípio da Oportunidade

Esse princípio nada mais é, que se aproveitar de situações ocorridas para informar a contabilidade, ou seja: Tudo que ocorre na sua empresa deve ser informado para sua contabilidade.

O Princípio da Prudência

Nada mais é, que se prevenir ou ser conservador, com os Bens e Direitos da sua empresa, ou seja: Houve algum problema e não sei qual o valor que tenho que recolher/pagar, deve-se adotar a escolha do maior valor, e agora não sei quanto meu cliente me devia, receberei o menor valor.

De modo geral, para dúvidas referente ao pagamento, “Sempre o Maior Valor”, e para recebimento, “Sempre o Menor Valor”.

O Princípio da Competência

Deve-se sempre obedecer a Data do Fato Gerador, ou seja: se sua empresa realizou em venda para recebimento somente em 30 dias, como de praxe, na contabilidade deve-se registrar a venda na Data em que a Nota Fiscal/Recibo, foi emitido.

Todo o movimento financeiro de sua empresa, deve ser registrado na DATA dos “Fatos Geradores”, e não no ato final de pagamento ou recebimento.

Deixe uma resposta

Fechar Menu